Administração Local com forte adesão

greve 968e1GREVE NACIONAL DOS TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

As primeiras horas da Greve Nacional da Administração Pública registam uma forte adesão, afectando um grande número de serviços de recolha do lixo e higiene urbana.

Os dados conhecidos até ao momento na Administração Local revelam uma forte adesão à greve, um sinal claro de que os trabalhadores das autarquias estão de acordo com as razões que levaram à convocação da greve e de que estão disponíveis para continuar a luta pela reposição e conquista dos seus direitos.

Fotos

As paralisações ou forte afectação dos serviços de higiene urbana e resíduos sólidos em concelhos como Almada, Amadora, Évora, Funchal, Loures, Moita, Palmela, Seixal, Setúbal e Sintra, reafirmam o descontentamento dos trabalhadores por verem mais uma vez a melhoria das suas condições de vida adiada.

As medidas anunciadas pelo governo incluídas na proposta de Orçamento de Estado, são claramente insuficientes, mantendo-se ainda sobre os trabalhadores da Administração Pública um conjunto significativo de restrições, de que são exemplo o congelamento da actualização anual de salários, o congelamento de carreiras e progressões ou o valor do trabalho extraordinário.

Os trabalhadores consideram que é inaceitável que o governo insista em arrastar no tempo a resolução dos graves problemas dos trabalhadores da Administração Pública e não aceitam a reposição dos seus direitos em “suaves prestações”.

 

Dados de adesão - 00h00

DadosAdesao 04cb9

 

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados