STAL não emitiu pré-aviso de greve

STAL não emitiu pré-aviso de greve

GREVE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, 29 JANEIRO

O Sindicato Nacional dos trabalhadores da Administração Local, Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins, não emitiu pré aviso para a greve de amanhã, 29, convocada pela FNSTFPS- Função Pública, SEP- Enfermeiros e STEFAS - Sindicato dos Trabalhadores dos Estabelecimentos Fabris das Forças Armadas.

O STAL manifesta a sua solidariedade para com os trabalhadores em luta, pela revogação imediata da lei das 40 horas.

Caravana no Algarve

{avatargalleria src=picasa search=useralbum string=$118015613481792339204/26DeMarco2015CaravanaPelosServicosPublicosDeResiduosAlgarve$ responsive width=100% imgcrop=false cr=false swipe=false jquery=latest fullscreen=false info=true showcounter=false height=350px count=100 quality=original theme=september/}Nesta manhã a caravana esteve com os trabalhadores do Aterro Sanitário do Sotavento-Algar e junto da população no Mercado de Loulé.

Durante a tarde a Caravana esteve na estação de transferência e compostagem de Tavira, a dialogar com os trabalhadores da ALGAR, a empresa responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos na região do Algarve.

Recurso aos tribunais administrativos

(Trabalhadores da Administração Pública)

O recurso aos tribunais, através da competente acção administrativa, tem de efectuar-se, em regra, no prazo de 3 meses, a contar da notificação dos trabalhadores.

Os activistas sindicais devem estar atentos aos boletins municipais e aos editais que são afixados, os quais podem conter actos (deliberações ou decisões) que interfiram com interesses dos trabalhadores e que sejam susceptíveis de impugnação judicial. E devem inteirar-se sempre, com a máxima urgência, das actas das reuniões, para verificarem se das mesmas constam decisões que prejudiquem os trabalhadores.

“Os trabalhadores lesados devem, quando se sentirem prejudicados, solicitar a intervenção do Sindicato no mais curto prazo possível”.