Associação torpedeia negociações

BOMBEIROS DA COVILHÃ

A Direcção Regional de Castelo Branco do STAL acusa a Direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Covilhã de pretender condicionar as negociações para alteração do Acordo de Empresa (AE) em vigor naquela instituição e de desrespeitar as decisões dos trabalhadores que, em plenário, refutam as propostas apresentadas, considerando que «representam uma clara violação às leis em vigor e uma total adulteração do AE».

Ver nota de imprensa

Ver Resolução

  • Legislação relativa à Protecção Civil e Bombeiros

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados