Período extraordinário de inscrição de trabalhadores na ADSE

200804 Cartaz InscExtraADSE v2.jpg min 1a2cd Desde 6 de Julho corrente, todos os trabalhadores abrangidos pelo regime de regularização dos vínculos precários (PREVPAP) e todos aqueles que não tenham renunciado expressamente à sua inscrição como beneficiários da ADSE, podem agora proceder a essa inscrição, até ao final do corrente ano, ou no prazo normal de 6 meses para aqueles que, entretanto, adquiram o vínculo de emprego público.

Esta possibilidade de inscrição extraordinária deve ser aproveitada por todos os trabalhadores, nomeadamente os que já foram admitidos há vários anos, e que não foram devidamente esclarecidos sobre essa possibilidade, que a lei fixa em seis meses após a respectiva admissão.

A ADSE é uma grande conquista dos trabalhadores, um regime de protecção de saúde dos trabalhadores da Administração Pública, pelo que todos os trabalhadores interessados em ficar abrangidos devem aproveitar esta oportunidade.

Comunicado

Cartaz

Ler mais...

Acordo garante mais direitos aos trabalhadores do Município de Lamego

ACEP Lamego min e90ee STAL ASSINA ACEP COM A CÂMARA MUNICIPAL

O STAL assinou com a Câmara Municipal de Lamego, no dia 3 de Agosto, um Acordo Colectivo de Empregador Público que recupera dias de férias roubados pelo governo PSD/CDS.

Assim, os trabalhadores da Câmara Municipal de Lamego terão um acréscimo de dias de férias, tolerância de ponto no dia de aniversário e Carnaval, bem como por falecimento de familiar em 3.º grau.

Ler mais...

PS e governo negam direito à compensação por trabalho em condições de penosidade e risco

Suplemento VamosLuta e0343 STAL INTENSIFICARÁ A LUTA PELA REGULAMENTAÇÃO DO SUPLEMENTO DE RISCO

Após meses de palavreado oco, a bancada do PS faltou aos compromissos rejeitando, dia 23, os diplomas do PCP, PEV e BE que previam a aplicação de um suplemento e outras compensações aos trabalhadores da Administração Local que laboram em condições insalubridade, penosidade e risco.

O STAL condena o comportamento hipócrita do grupo parlamentar do Partido Socialista e do governo que, mais uma vez, recusaram concretizar o direito a suplementos e outras compensações, previsto na lei desde 1989, aos trabalhadores da administração pública, e em particular aos da administração local, pela prestação de trabalho em condições insalubres, penosas e com elevados riscos.

Ler mais...

Cumprir expectativas, aplicar o suplemento de insalubridade, penosidade e risco

suplemento 22c49STAL SOLICITA REUNIÕES COM GOVERNO, PRESIDENTE DA AR E GRUPO PARLAMENTAR DO PS

O STAL enviou na sexta-feira, 17, pedidos de reunião com carácter de urgência ao Presidente da Assembleia da República, à presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista e à ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, com vista a sensibilizar os deputados e o governo para a necessidade de dar cumprimento às expectativas criadas com vista à aplicação do suplemento de insalubridade, penosidade e risco.

Ler mais...

STAL exorta parlamento a regulamentar compensação efectiva de condições insalubres na administração local

200707 VamosLutar4 3825fCARTA À COMISSÃO DO PODER LOCAL E GRUPOS PARLAMENTARES

O STAL enviou no passado dia 9 de Julho, uma carta à Comissão Parlamentar do Poder Local e aos grupos parlamentares sobre a necessidade urgente de regulamentar o suplemento de risco, num momento em que a matéria está a ser debatida na especialidade, com base nos projectos de lei apresentados pelo PCP, Verdes e BE.

Na missiva, o Sindicato recorda que a aplicação do suplemento de insalubridade penosidade e risco está prevista na lei pelo menos desde 1989, como consta do decreto lei 184/89, de 2 de Junho.

Ler mais...

Greve contra a perseguição e pelos direitos dos trabalhadores

juntanacharneca d2a93UNIÃO DE FREGUESIAS DE CHARNECA DA CAPARICA E SOBREDA

Os trabalhadores da União de Freguesias da Charneca de Caparica e Sobreda, aprovaram em plenário a realização de uma greve no próximo dia 10 de Julho, contra as medidas persecutórias aos trabalhadores e exigem o cumprimento dos seus direitos e a defesa do serviço público.

Ler mais...

Luta dos trabalhadores da ECALMA/WEMOB produz resultados

ecalma almada 72d03EMPRESA PAGOU SALÁRIOS E SUBSÍDIOS EM ATRASO

Fruto da intervenção do STAL e da luta dos trabalhadores a empresa liquidou os salários e subsídios em atraso. No plenário que decorreu hoje, dia 2, junto às instalações da ECALMA/WEMOB os trabalhadores decidiram exigir explicações pelo sucedido e aprovaram um conjunto de reivindicações.

A Comissão Sindical do STAL na empresa considera que se conquistou «uma pequena grande vitória, recebemos o que é nosso por direito, o retorno do nosso trabalho – Salário e Subsídio de Férias», rejeita o facto de não ter sido dada qualquer justificação formal sobre o sucedido.

Ler mais...

Assembleia Geral ordinária do STAL convocada para o dia 22 de Julho

200622 COnvocatoriaAG 366c9 Considerando que a Assembleia Geral Ordinária do STAL foi devidamente convocada, nos termos estatutários, para ser realizada no próximo dia 22 de Julho corrente, sendo necessário garantir o estrito cumprimento das regras de prevenção, contenção e mitigação da transmissão do contágio epidémico, nos termos das medidas decretadas pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 51-A/2020, de 26 de Junho,

Ver convocatória

Ler mais...

STAL participou activamente na Semana de luta da CGTP

VamosLuta f6cd5O STAL participou activamente na Semana de luta da CGTP-IN, realizada entre 22 e 26 de Junho, convocada sob o lema «Vamos à luta! – Defender a saúde e os direitos dos trabalhadores!», que teve como objectivos denunciar os atropelos aos direitos laborais, apresentar propostas e exigir a resolução dos graves problemas com que os trabalhadores se debatem.

Das várias acções levadas a cabo, salienta-se a concentração de trabalhadores do grupo EGF/Mota-Engil, junto à sede da empresa, dia 23, realizada conjuntamente com a Fiequimetal, e que contou com a participação de trabalhadores das várias empresas da EGF, de dirigentes e activistas sindicais em defesa do aumento dos salários, das condições de trabalho e da contratação colectiva.

Ler mais...

Trabalhadores da ECALMA/WEMOB com salários em atraso

DSCF0938 da980CONCENTRAÇÃO, 2 DE JULHO, 11 HORAS, AVENIDA 25 ABRIL, ALMADA

Os trabalhadores da ECALMA/WEMOB não receberam, até ao momento, o seu último salário, o executivo municipal, accionista da empresa, não esclareceu as razões do atraso nem indicou data para a resolução do problema, vão estar concentrados, em protesto, no dia 2 de Julho, pelas 11 horas, na Avenida 25 de Abril, em Almada

A comissão sindical do STAL considera a situação uma «inadmissível violação de direitos basilares dos trabalhadores» e não compreende a atitude do Executivo da Câmara Municipal de Almada que «continua em silêncio num assunto demasiado grave.»

Ler mais...

Plenário da Frente Comum à porta do Ministério da Modernização do Estado e Administração Pública

IMG 20200625 153311 edit e90a4CARREIRAS, SALÁRIOS E CONTRATAÇÃO DE TRABALHADORES:
VALORIZAR OS SERVIÇOS PÚBLICOS E AS FUNÇÕES SOCIAIS DO ESTADO!

Dirigentes, Delegados e Activistas Sindicais, da Frente Comum, reunidos em Plenário, no dia 25, em Lisboa, junto ao Ministério da Modernização do Estado e Administração Pública, reafirmaram as principais reivindicações dos trabalhadores: Aumentos salariais justos para todos os trabalhadores; Urgente valorização das carreiras; Defesa e reforço das funções sociais do Estado e dos serviços públicos.

A Frente Comum exige que o governo respeite os milhares de trabalhadores da Saúde à Escola Pública, dos Resíduos Sólidos às Finanças, das Forças de Segurança à Segurança Social, das Inspecções à Cultura, das Autarquias ao Estado Central, que respondem, todos os dias, às necessidades de milhões de pessoas.

Ver fotos
Ver resolução

Ler mais...

Defender a saúde e os direitos dos trabalhadores

IMG 20200625 085109 web min af36bPROTESTO JUNTO À CÂMARA DE SANTIAGO DO CACÉM

A Comissão Sindical do STAL nas autarquias de Santiago do Cacém, realizou hoje, 25, uma concentração junto à Câmara Municipal de Santiago do Cacém, a exigir condições de trabalho, garantia dos direitos, aumentos salariais e a atribuição do Suplemento de Insalubridade Penosidade e Risco.

Ler mais...

Trabalhadores da EGF protestaram hoje à porta da empresa

IMG 20200623 104926 658 eb de2bfTrabalhadores, dirigentes e delegados sindicais, protestaram hoje, na sede da EGF, em Linda-a-Velha, a exigir o cumprimento do direito constitucional à contratação colectiva e o início do processo negocial do contrato colectivo de trabalho.

O protesto convocado pelo STAL e pela FIEQUIMETAL, exige ainda o aumento dos salários, a valorização das carreiras e a melhoria das condições de trabalho, destes trabalhadores, que desempenham funções essenciais às populações.

Ver fotos

Ver resolução

Em luta pelo aumento de salários e melhoria das condições de trabalho

200615 CartazConcentracaoEGF 23Junho edited 220cdTRABALHADORES DAS EMPRESAS DO GRUPO EGF MANIFESTAM-SE DIA 23

Os trabalhadores do grupo EGF, cuja actividade se concentra na área da recolha e tratamento de resíduos urbanos, vão concentrar-se na próxima terça-feira, 23, pelas 10.30 horas, junto à sede da empresa-mãe, em Linda-a-Velha, no concelho de Oeiras.

A acção tem como objectivo exigir a abertura de negociações sobre o aumento dos salários e de outras prestações pecuniárias, com vista à reposição do poder de compra perdido nos últimos anos.

Ler mais...