Sindicatos, autarquias e utentes lançam Manifesto contra a privatização da EGF

HOJE, QUINTA-FEIRA,15, NA SEDE DO STAL

Um conjunto de sindicatos, autarquias e associações de utentes promoveram hoje, pelas 11,30 horas, na Sede Nacional do STAL, uma conferência de imprensa para apresentar o Manifesto contra a privatização da EGF , e anunciar a realização de uma concentração no próximo dia 6 de Junho, pelas 10 horas, junto à Assembleia da República.

 

O Manifesto   salienta q140514 SeloResiduos6Junho netue a privatização da EGF não tem qualquer justificação económica, social, ambiental, e é cada vez mais contestada pelas populações, trabalhadores e pela maioria dos municípios.

São exemplo as recentes greves realizadas pelos trabalhadores da Valorsul e Amarsul; as inúmeras tomadas de posição das autarquias e a entrega na Assembleia da República, dia 7 de Maio, da petição promovida pelo STAL «Em defesa dos serviços públicos de resíduos», com mais de sete mil assinaturas.

O Manifesto tem como primeiros subscritores:

  • A Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS);
  • O Movimento de Utentes de Serviços Públicos (MUSP);
  • O Sindicato das Indústrias Transformadoras e Energia e Actividades do Ambiente (SITE/CSRA);
  • O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins (STAL);
  • O Sindicato das Indústrias Transformadoras e Energia e Actividades do Ambiente (SITE/SUL);
  • O Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa (STML).

Ver Manifesto