STAL saúda a vitória do povo de Tessalónica contra a privatização da água

manif eyathOs cidadãos de Tessalónica realizaram ontem, dia 18 de Maio, um referendo sobre a privatização da empresa pública de água, a EYATH.

A privatização, imposta pela troika e pelo governo, foi esmagadoramente derrotada, com 98% dos votos.
O referendo foi organizado com o apoio dos 11 municípios que integram a região metropolitana de Tessalónica. Apesar das manobras de última hora do governo grego para impedir o referendo, incluindo ameaças de prisão para os organizadores, a consulta popular foi um sucesso.

O resultado é uma extraordinária vitória para a defesa da água pública! Um resultado que não deixa margem para dúvidas. A ida às urnas foi perto de 220.000 eleitores, dos mais de 500.000 cidadãos que votaram nas eleições municipais que foram realizadas simultaneamente.

Conforme declarou Jan Willem, secretário-geral adjunto da Federação Sindical Europeia de Serviços Públicos (FSESP), organização que o STAL faz parte, «Estes números são uma forte resposta às ameaças do governo. As pessoas falaram. Esperamos que o Governo grego, a Troika e as empresas concorrentes à privatização, a Suez Environnement e sua parceira grega, a empresa Ellaktor as ouçam. As empresas devem retirar-se. Felicitamos o povo de Salónica e os activistas. É um grande dia para a democracia local.»

Reafirmando a sua solidariedade, o STAL saúda calorosamente os cidadãos de Tessalónica, os trabalhadores da EYATH e os seus representantes por esta extraordinária vitória, pela coragem e empenho em defesa da água pública, dos postos de trabalho, da justiça social.