Trabalhadores da AMARSUL em greve contra a privatização dos resíduos/EGF

AMARSULOs serviços de valorização e tratamento dos resíduos da AMARSUL estão parados.

Os trabalhadores da AMARSUL lutam e aderem massivamente à greve estando encerrados os serviços em Palmela, Setúbal e Seixal. Apesar das pressões, dos serviços mínimos e da forte presença policial, não entrou nem saiu nenhuma viatura da recolha do lixo.

A greve prossegue no próximo dia 2 de Maio.

Pelos direitos, contra a privatização

AMARSUL PARALISA DIAS 30 DE ABRIL E 2 DE MAIO

Os trabalhadores da AMARSUL, Sistema Multimunicipal de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos da Margem Sul do Tejo, vão estar em greve nos dias 30 de Abril e 2 de Maio, em defesa dos postos de trabalho e contra a privatização da EGF (Empresa Geral do Fomento).

 

Ler mais...

Autarquias de Coruche assinam acordos para manter as 35 horas

A Câmara Municipal de Coruche e as Juntas de Freguesia do Biscainho, da Branca, do Couço de São José da Lamarosa e Santana do Mato, assinaram no passado dia 21 de Abril, acordos colectivos de entidade empregadora (ACEEP), que mantém as 35 horas de trabalho semanal e 7 diárias.