STAL exige reconhecimento da Palestina

palestineEXEMPLO DA SUÉCIA DEVE SER SEGUIDO PELO GOVERNO PORTUGUÊS.

Face ao reconhecimento do Estado da Palestina pelo Governo da Suécia, formalizado oficialmente por decreto hoje, dia 30, o STAL exorta o governo português a tomar uma decisão no mesmo sentido.

Ler mais...

31 Outubro - Manifestação dos trabalhadores da Administração Pública

manifAP-31OutNO PRÓXIMO DIA 31 DE OUTUBRO ESTAMOS EM LUTA:
  • Pelo direito ao horário de trabalho de 35 horas semanais e 7 horas diárias para todos;

  • Pela publicação imediata dos ACEP assinados e ilegalmente congelados pelo governo;

  • Pela retroactividade a 1 de Julho de 2014 do aumento do Salário Mínimo Nacional na Administração Pública e extensão como salário de referência a todos os trabalhadores bem como na sua fixação em 540 € a partir de 1 de Janeiro de 2015, de acordo com a proposta da CGTP;

  • Pela resolução das situações de trabalho precário, emprego sem direitos, com a passagem a efectivos de todos os trabalhadores que ocupam postos de trabalho permanentes, particularmente os muitos milhares de trabalhadores com contratos de emprego e inserção;

  • Pela exigência da demissão do governo, com realização de eleições e por políticas de esquerda, patrióticas e soberanas.
Ver comunicado geral
Ver comunicado - aposentados
Ver cartaz

 

Acordo assinado com o Município de Portel

municipioportelGARANTIDAS AS 35 HORAS DE TRABALHO SEMANAL

No dia, 22 de Outubro pelas 14 horas, foi assinado um ACEP negociado entre o STAL e o Município de Portel, constituindo-se este como o 10.º Município do Distrito a assinar este tipo de acordo.

Numa afirmação do Direito à Contratação Coletiva e da autonomia dos órgãos do Poder Local o STAL continua a desenvolver a negociação coletiva com a assinatura de ACEP por todo o País, prosseguindo assim a intransigente e abnegada luta pelo direito à manutenção do horário de trabalho de 35 horas semanais e sete diárias, para os trabalhadores da Administração Local.