BASTA DE RETROCESSO SOCIAL, EMPOBRECIMENTO E EXPLORAÇÃO!

É tempo de exercer a democracia e defender a soberania, colocando nas mãos do povo os destinos das suas vidas e o futuro do seu país.
É hora de irmos a votos para a assembleia da república.

Exigimos e lutamos:

  • A publicação dos acordos de entidade empregadora (ACEEP), já assinados entre o sindicato e as entidades públicas da Administração Local;
  • A reposição dos cortes salariais e o descongelamento dos escalões e das promoções;
  • O pagamento condigno do trabalho extraordinário com a reposição dos acréscimos roubados;
  • O restabelecimento do vínculo público de nomeação, o alargamento dos mapas de pessoal, o fim da precariedade e das formas de trabalho escravo, nomeadamente à custa dos inscritos nos centros de emprego;
  • Pela consagração do horário de trabalho de 7 horas diárias e 35 horas semanais, sem banco de horas e adaptabilidade;
  • Pela actualização salarial em 2014, no mínimo de 40 euros em toda a tabela salarial, pelo aumento do salário mínimo nacional;
  • Pela contratação colectiva, carreiras profissionais, valorização das horas extraordinárias;
  • Pelo direito a reformas dignas, de acordo com a carreira contributiva exercida ao longo de uma vida de trabalho.
  • Por serviços públicos de qualidade, com gestão pública democrática e participada, trabalhadores valorizados e motivados;