STAL reafirma exigência de travar a venda da EGF

140514 SeloResiduos6Junho netSALVAR O PATRIMÓNIO PÚBLICO, IMPEDIR UM CRIME LESA-PÁTRIA

O Conselho de Ministros aprovou, ontem, 18, a venda da EGF ao consórcio Mota/Engil/Suma, prosseguindo a sanha privatizadora apesar de já ter excedido largamente as metas «impostas» pela troika.
 

Ler mais...

Privatizar a EGF é roubar

privatizaréroubarTrabalhadores das várias empresas do grupo EGF, protestaram hoje na Assembleia da República contra a privatização do sector dos resíduos. Nas galerias marcaram presença também vários autarcas, designadamente da Área Metropolitana de Lisboa e Região de Setúbal.

Neste dia esteve em debate um projecto-lei do Partido Ecologista «Os Verdes», que visava impedir o prosseguimento da privatização da Empresa Geral de Fomento (EGF).

Estiveram igualmente em debate duas apreciações parlamentares do PCP e PS, exigindo a manutenção deste sector na esfera pública.

Ler mais...

Privatização da EGF só interessa ao capital

STAL DENUNCIA DEMAGOGIA DO GOVERNO

privatizarEGFO STAL condena a intenção do Governo em privatizar a EGF a qualquer preço, hoje reafirmada pelo ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, contrariando a vontade dos municípios e dos trabalhadores, e em claro prejuízo das populações e do País.

Reagindo às declarações do governante, hoje proferidas no 8.º Fórum Nacional de Resíduos, em Lisboa, o STAL classifica de demagógicas e ilusórias as promessas de Moreira da Silva sobre um eventual desagravamento das tarifas do lixo ao consumidor, na sequência da privatização da EGF.

O STAL refuta ainda a afirmação de que a privatização seria a única alternativa para garantir os investimentos que o sector dos resíduos necessita, recordando que as 11 empresas do grupo EGF fizeram investimentos na ordem dos mil milhões de euros na última década. Só em 2012 estas empresas investiram 45 milhões de euros.

Deste modo, as empresas do grupo público não só já dispõem de infra-estruturas e equipamentos modernos e eficientes, como nos próximos anos podem aceder a amplos fundos comunitários, os quais com a privatização irão parar aos bolsos dos grandes grupos económicos.

Ler mais...

Privatização da EGF deve ser travada

STAL REÚNE HOJE COM MINISTRO DO AMBIENTE

egfUma delegação do STAL vai ser recebida pelo ministro do Ambiente, hoje , 4, pelas 15 horas, a quem entregará uma carta manifestando a sua disposição de prosseguir a luta para manter a EGF na esfera pública.

A audiência foi marcada na sequência da concentração de dia 25 frente ao Ministério do Ambiente, que se inseriu na jornada de acções do STAL por todo o País, em defesa dos serviços públicos de resíduos e contra a privatização da EGF.

Na ocasião, uma delegação sindical fez a entrega da resolução sindical e solicitou uma audiência com o ministro Jorge Moreira da Silva.

Ler mais...