Trabalhadores da AMARSUL protestaram em Setúbal

EM DEFESA DA GESTÃO PÚBLICA E DOS POSTOS DE TRABALHO

Os trabalhadores da Amarsul realizaram, no dia 3, pelas 9,30 horas, uma concentração em Setúbal, junto ao Tribunal de Setúbal, em protesto contra a intenção do Governo PSD/CDS em privatizar a Empresa Geral de Fomento/Amarsul.

Após a concentração, os trabalhadores desfilaram pela cidade, entre a Praça do Bocage e as instalações da Autoridade para as Condições de Trabalho.

Com esta jornada de luta, o STAL denunciou a entrega ao grande capital de mais uma empresa pública que, no triénio de 2010/2012, apresentou de lucro mais de 3,5 milhões de euros.

A alienação da EGF e da gestão dos resíduos sólidos urbanos só beneficiará os grandes grupos privados, em detrimento das populações que passariam a pagar mais pelo tratamento do lixo.

Os trabalhadores manifestaram-se em defesa do emprego e por melhores condições de trabalho, exigindo o cumprimento do Acordo de Empresa e a devolução dos cortes impostos ao Sector Empresarial do Estado pelo Governo do PSD/CDS-PP.

Ver resolução aprovada