Cresce o protesto agendado para o dia 23 de Outubro

«EM DEFESA DA GESTÃO PÚBLICA DOS RESÍDUOS, NÃO À PRIVATIZAÇÃO DA EGF»

reuniaovalorsulO STAL, o SITE e o STML, reuniram com várias autarquias que integram o sistema da Valorsul, para debater as consequências da venda da EGF anunciada pelo Governo e analisar algumas acções a levar a cabo com vista a travar a privatização da empresa pública de tratamento e valorização de resíduos urbanos.

Na reunião, que teve lugar em Sacavém, as autarquias de Alenquer, Lisboa, Loures, Nazaré, Odivelas e Vila Franca de Xira acordaram em apoiar o protesto agendado para o próximo dia 23 de Outubro, pelas 10h, com concentração no Largo do Rato seguido de desfile até ao Conselho de Ministros, bem como subscrever a declaração «Em defesa da gestão pública de resíduos, Não à privatização da EGF», documento que será apresentado às demais autarquias que integram as empresas do grupo EGF no sentido de recolher apoios.

autarcas apoiam protesto 23 OutubroReafirmando que nada justifica a privatização da EGF, a declaração apresentada denuncia as consequências desastrosas para os municípios, populações e trabalhadores que resultarão da submissão ao interesse privado de uma empresa estratégica e rentável como a EGF, que lembram os promotores do documento, intervém num sector sensível como é o tratamento e valorização dos resíduos sólidos urbanos.

Os sindicatos e os autarcas acreditam que é possível fazer reverter a decisão do Governo e manter a EGF na esfera pública, assegurando assim preços acessíveis, melhores serviços e a defesa dos postos de trabalho. Nesse sentido, as autarquias de Loures e Lisboa reafirmaram igualmente a intenção de prosseguirem nos tribunais a defesa dos seus direitos e das populações que representam com vista a travar o processo de privatização.

Ver declaração

 

Propaganda de mobilização

Ver comunicado destinado à população
Ver comunicado destinado aos trabalhadores