Um Sindicato adulto

Neste aniversário, comemoramos 25 anos de esforço continuado na melhoria da organização, de mobilização dos trabalhadores, de luta reivindicativa, de manifestações, concentrações e greves fazendo frente às investidas dos sucessivos governos contra os direitos de quem trabalha.

Durante este percurso, ainda como Sindicato não filiado, participámos nas três greves gerais promovidas pela CGTP, em 12 de Fevereiro e 11 de Maio de 1982 e 28 de Março de 1988.

Em 11 de Maio de 1994, os trabalhadores associados decidem, em Assembleia Geral e por esmagadora maioria (85 por cento dos votos expressos), a filiação do STAL, na Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional, que seria formalizada em sessão solene realizada a 13 de Junho do mesmo ano, em Lisboa. Iniciámos, aprofundámos e consolidámos relações fraternas com sindicatos de várias partes do mundo, dedicando especial carinho e atenção aos países de língua oficial portuguesa (onde a experiência é pouca e a necessidade de solidariedade imensa); filiámo-nos, encontrando espaço próprio, em grandes organizações sindicais europeias (primeiro na UEFP - União Europeia dos Trabalhadores da Administração Local, e mais tarde na Federação Europeia de Sindicatos dos Serviços Públicos); procurámos, sempre, aprofundar laços de união com todas as estruturas de trabalhadores que prosseguem os mesmos objectivos que nos norteiam: um sindicalismo reivindicativo e a luta por uma sociedade justa, em que a exploração do homem pelo homem seja efectivamente abolida.

  • 1

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados