Salários degradados

Ainda no presente ano, entre várias acções, teve particular impacto a greve de 9 de Maio em toda a Administração Pública que repudiou o encerramento unilateral das negociações salariais. Na Administração Local a adesão atingiu os 85 por cento.

Apesar da forte contestação, o Governo manteve a sua política salarial que tem penalizado fortemente os trabalhadores. Em consequência, os rendimentos do trabalho não só se afastam cada vez mais do nível médio europeu como são incapazes de acompanhar o crescimento médio nacional. O espelho desta realidade é o índice 100 (base salarial na Administração Pública) que perdeu quase 20 por cento do seu valor em apenas 10 anos, sendo hoje sete por cento inferior ao Salário Mínimo Nacional.

Da mesma forma, também o salário médio na Administração Local se degradou sendo 26 mil escudos inferior à média nacional, estimada em 130 mil escudos. Esta situação é tanto mais grave quanto se sabe que 40 por cento dos trabalhadores das autarquias auferem salários muito abaixo da média, não chegando a atingir os 95 contos mensais.

STAL-Informa

Subscreva aqui a Newsletter e receba regularmente informação do STAL.

Partilhe connosco as suas preocupações

  • 1