Forte presença de trabalhadores da Administração Local nas ruas de Setúbal

EM DEFESA DO EMPREGO PÚBLICO, CONTRA A PRECARIEDADE E PELO TRABALHO COM DIREITOS

ACAOSETUBAL 1 7a21b Na passada sexta-feira, num desfile que percorreu as ruas de Setúbal a partir da Praça do Brasil, mais de quatro centenas de trabalhadores da administração pública vindos de vários concelhos do Distrito de Setúbal manifestaram-se numa acção de luta do STAL.
 

Ler mais...

Luta dá resultados: acordo assinado

STAL ASSINA ACEP COM CÂMARA DO ENTRONCAMENTO

ACEP Entroncamento min 78ba5 O Stal assinou no passado dia 26, um acordo colectivo de empregador público com o município do Entroncamento, O acordo visa no essencial a manutenção das 35 horas de trabalho semanal.

Ler mais...

Desbloquear os ACEP, cumprir as 35 horas

STAL ENTREGA CARTA ABERTA NO XXII CONGRESSO DA ANMP

{avatargalleria src=picasa search=useralbum string=$118015613481792339204/27MarcoDe2015ConcentracaoEntradaCongressoANMP$ responsive width=100% imgcrop=false cr=false swipe=false jquery=latest fullscreen=false info=true showcounter=false height=350px count=100 quality=original theme=september/}Uma delegação dos STAL, que acompanha os trabalhos do Congresso da ANMP, hoje iniciado em Tróia, entregou em mão uma carta aberta a todos os autarcas, exortando-os a exigirem ao Governo a publicação imediata dos acordos que consagram as 35 horas.

Ler mais...

Caravana no barlavento Algarvio

{avatargalleria src=picasa search=useralbum string=$118015613481792339204/27Marco2015CaravanaPelosServicosPublicosDeResiduosNoAlgarve$ responsive width=100% imgcrop=false cr=false swipe=false jquery=latest fullscreen=false info=true showcounter=false height=350px count=100 quality=original theme=september/}A caravana continua no Algarve, desta feita a percorrer o o barlavento, na Algar, no aterro e TM em Portimão, na estação de transferência de Albufeira e distribuindo documentos, junto das populações na Alameda em Portimão e em frente CM de Albufeira.

Dirigentes do STAL estiveram também em contacto com os trabalhadores, mobilizando pela defesa da contratação colectiva, pelas categorias profissionais, pelo trabalho com direitos, contra o trabalho precário e utilização ilegal de trabalhadores temporários em postos de trabalho permanentes.

Governo pretende gerir autarquias

Selo35h publiquemjaSTAL DENUNCIA ILEGALIDADE DOS «PRINCÍPIOS ORIENTADORES»

O STAL tomou conhecimento que o governo procedeu ao envio de um ofício às autarquias, com um conjunto de directrizes que apelida de "princípios orientadores", cujo cumprimento o Governo define como essencial para "autorizar" as autarquias a negociar períodos normais de trabalho com 35 horas semanais, tendo simultaneamente encetado negociações directas com algumas autarquias por si escolhidas para tentar impor a sua visão dos processos de contratação colectiva na Administração Local.

Ler mais...

Subcategorias