O  STAL –Sindicato  Nacional  dos  Trabalhadores  da  Administração  Local  e Regional ,Empresas Públicas, Concessionárias e Afins, adiante designado abreviadamente   pela   sigla   STAL, é a associação   sindical   constituída   pelos trabalhadores  e  trabalhadoras  nele  filiados  que, independentemente  do  vínculo  e/ou tipo de regime, e/ou tipo de contrato, exerçam actividade profissional subordinada na Administração Pública, Local ou Regional, nas empresas públicas ou concessionárias de serviços públicos, bem como, em geral, em quaisquer entes públicos ou privados que  se  encontrem  investidos  de  poderes  de  autoridade  na  prossecução  de  fins públicos  ou  prossigam  actividades  de  utilidade  pública  local,  regional  ou  inter-regional. (Artº 1º dos Estatutos)

O STAL abrange, ainda, os trabalhadores ao serviço de entidades gestoras de serviços, actividades e funções públicas, que forem objecto de privatização, qualquer que seja a sua relação jurídica de emprego.

O STAL conta actualmente 56 mil associados de pleno direito, e tem a sua Sede Nacional em Lisboa. A organização sindical está presente em todos os Distritos e regiões autónomas do país através de 22 Direcções Regionais.

 

O STAL e o movimento sindical Nacional e Internacional

O STAL é filiado na CGTP-IN desde 1994, por decisão votada por expressiva maioria em Assembleia-Geral realizada em 11 de Maio desse ano, está representado e intervém activamente nos seus órgãos, designadamente na Comissão Executiva, Conselho Nacional e Uniões de Sindicatos Distritais.

Como organização integrante da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, o STAL está empenhado na defesa e promoção desta estrutura enquanto espaço privilegiado de construção da unidade e fortalecimento da luta dos trabalhadores.

Integra também a Confederação Portuguesa de Quadros Técnicos e Científicos, em cujas actividades participa.

O STAL é sócio colectivo do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) e afirma-se como um Sindicato empenhado no movimento de defesa da paz e de solidariedade com a luta dos povos e dos trabalhadores de todo o mundo.

O STAL está filiado na Federação Sindical Europeia dos Serviços Públicos (EPSU), integrando vários dos seus órgãos, nomeadamente o Comité Executivo, o Comité de Administração Local, o Comité dos Serviços Públicos e o Comité do Mediterrâneo.

Mantém ainda colaboração com organizações sindicais congéneres, desenvolvendo laços de solidariedade com outros sindicatos, em especial com as organizações dos países de expressão portuguesa.

Pin It
Greve ao trabalho suplementar mantém-se por...
Sex., Fev. 16, 2024
Um novo rumo para o País está nas tuas mãos
Dom., Fev. 11, 2024
Trabalhadores da Administração Local exigem...
Qui., Fev. 08, 2024
STAL defende a efectivação do direito à...
Sex., Fev. 02, 2024
STAL denuncia salários em atraso na...
Sex., Jan. 26, 2024
Cristina Torres eleita presidente do STAL,...
Qua., Jan. 17, 2024
“Cordão reivindicativo” em defesa os...
Ter., Jan. 16, 2024
ADSE | Trabalhadores das autarquias não...
Seg., Jan. 15, 2024
É urgente valorizar e dignificar os...
Seg., Jan. 15, 2024
Celebrados acordos em Beja, Mação, Portimão...
Qui., Jan. 11, 2024
Progressões - Perguntas e respostas
Seg., Jan. 08, 2024
É urgente e necessário aumentar salários e...
Qui., Jan. 04, 2024
Direcção Nacional do STAL eleita com 98,5%...
Sex., Dez. 22, 2023
Greves e concentrações em Almada e Oeiras
Qua., Dez. 20, 2023
A luta continua por mais direitos, melhores...
Sex., Dez. 15, 2023
STAL reafirma confiança e determinação na...
Ter., Dez. 12, 2023