Lutar por mais direitos e valorização profissional

AuxAccaoEducativa 0dec4 AUXILIARES DE ACÇÃO EDUCATIVA

O STAL solidariza-se com a luta dos professores, defendendo que o combate pela Escola Pública e pelo direito à educação de qualidade é uma responsabilidade de todos: professores, auxiliares de acção educativa, alunos, encarregados de educação e de toda a comunidade.

O desinvestimento dos sucessivos governos do PS e PSD/CDS na Escola Pública, que tem conduzido à degradação de instalações (falta de manutenção, ausência de pavilhões desportivos e de laboratórios, balneários, cacifos ou de condições para enfrentar o frio, etc.) e da qualidade do ensino (excesso de alunos por turma, falta de material didáctico e docentes desmotivados), são problemas que afectam toda a comunidade escolar.

Ver comunicado

Ler mais...

STAL exige aumento intercalar e imediato de 100€ para todos os trabalhadores

IMG 20230131 WA0011 6b61dPARA REPOR PODER DE COMPRA E COMPENSAR A INFLAÇÃO

Benavente, Guarda e Moita acolheram acções públicas de denúncia e plenários de trabalhadores inseridos na iniciativa “Mês de Esclarecimento e de Luta”, que o STAL realiza até ao próximo dia 15, e que irá culminar, em Lisboa, com uma acção nacional de protesto por melhores salários e condições de trabalho.

Na Guarda, o plenário dos trabalhadores do município – realizado esta terça-feira (dia 31) junto à Câmara Municipal para exigir melhores condições de trabalho –, contou com a participação do presidente do STAL, José Correia, que reivindica “um aumento intercalar, imediato, de 100€ para todos os trabalhadores, para fazer face ao aumento da inflação e à perda do poder de compra”, considerando que a actualização salarial do governo PS (em média, de 3,6%) para 2023 não é suficiente.

VER FOTOS DO MÊS DE ESCLARECIMENTO E DE LUTA

Ler mais...

STAL promove concentrações e plenários de rua por todo o País

IMG 20230120 WA0005 fa7aaCALENDÁRIO DAS ACÇÕES ATÉ SEXTA-FEIRA

Prosseguem esta semana as acções reivindicativas, de informação e de contacto com os trabalhadores inseridas no “Mês de Esclarecimento e de Luta” promovido pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local até 15 de Fevereiro, e que contempla um conjunto de iniciativas em todos os sectores de actividade, nos locais de trabalho e em espaços públicos de Norte a Sul do País, pela melhoria das condições de vida e de trabalho.

Ler mais...

STAL repudia comportamento antidemocrático do presidente UF da Ramada e Caneças

STAL low b4516AUTARCA IMPEDE INTERVENÇÃO DO SINDICATO NA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

O Sindicato da Nacional dos Trabalhadores da Administração Local repudia, de forma veemente, o comportamento inaceitável do presidente desta União de Freguesias do concelho de Odivelas, que no passado dia 27 de Dezembro impediu o STAL, através de uma sua dirigente, de intervir na Assembleia de Freguesia em representação dos trabalhadores da autarquia.

Ler mais...

STAL promove acção de protesto junto a Conselho de Ministros descentralizado

 MG 8370 MesLutaSTAL 24f26NESTA QUINTA-FEIRA (DIA 26), PELAS 09H00, EM CASTELO BRANCO

Dirigentes, delegados e activistas do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local concentram-se, amanhã, junto ao Centro Cultural Contemporâneo de Castelo Branco, onde decorre um Conselho de Ministros descentralizado, acção que visa manifestar a profunda indignação dos trabalhadores junto do governo PS contra o brutal aumento do custo de vida, a actualização insuficiente dos salários e a desvalorização profissional.

Esta iniciativa inscreve-se no âmbito do “Mês de Esclarecimento e de Luta” promovido pelo STAL, entre 16 de Janeiro e 15 de Fevereiro, que contempla um conjunto de acções reivindicativas, em todos os sectores de actividade, nos locais de trabalho e em espaços públicos por todo o País, culminando com uma acção central em Lisboa.

Ler mais...

STAL envia “Carta Reivindicativa” às empresas do sector e exige negociações urgentes e sérias

residuos lixoPrancheta 1 100 72c9cEM DEFESA DOS TRABALHADORES DO SECTOR DA RECOLHA DE RESÍDUOS E LIMPEZA URBANA

No âmbito do “Mês de Esclarecimento e de Luta” (que se estende até dia 15 de Fevereiro), o STAL enviou um documento reivindicativo dos trabalhadores da recolha de resíduos e limpeza urbana às empresas do sector e à respectiva associação empresarial (APERLU), exigindo a aplicação imediata das exigências aprovadas e a abertura de um processo negocial urgente. Já nesta sexta-feira, dia 27, os trabalhadores da FCC Environment vão reunir-se em Plenário em vários polos da empresa para definir formas de luta, em defesa dos seus direitos e das suas reivindicações.

Ver comunicado

Ler mais...

DR Évora promove concentração junto à delegação da ACT

Évora ACT fa424TRABALHADORES EXIGEM INTERVENÇÃO MAIS ACTIVA E MAIOR FISCALIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO

A Direcção Regional de Évora do STAL promoveu, na passada sexta-feira (dia 20), uma acção pública de protesto em frente às instalações da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), que contou com a presença de activistas, delegados e dirigentes sindicais e que culminou com a aprovação e entrega da Resolução “Prosseguir e intensificar a luta por melhores condições de trabalho”.

Ler mais...

STAL denuncia tentativa de censura à liberdade sindical

89e8ff95 4060 4a37 8933 1ede18e345ee a6c53ATITUDE CONDENÁVEL DA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE NISA

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local repudia, de forma veemente, o comportamento da Sr.ª presidente Idalina Trindade, que, no passado dia 19, impediu o STAL de realizar a sua legítima e legal – assegurada pela Constituição da República – actividade em defesa dos direitos dos seus associados e dos trabalhadores, de uma forma geral, do Município.

Ler mais...

STAL inicia, no dia 16, acções de luta por todo o País

 MG 8333 ReuniaoDN c1370
“MÊS DE ESCLARECIMENTO E DE LUTA” PELA MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE VIDA E DE TRABALHO

A iniciativa reivindicativa arranca na próxima segunda-feira, às 11h00, em frente aos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Almada e contará com a presença de activistas, delegados e dirigentes do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local. 

Ler mais...

A luta vai continuar!

Banner Luta Vai Continuar Topo Facebook 820x312 2 f8bc2

PELOS DIREITOS E VALORIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

 O STAL rejeita o ataque aos direitos dos trabalhadores da Administração Pública, e em particular os da Administração Local, e a política de empobrecimento que o governo PS lhes quer impor! Reafirma a necessidade de resposta aos problemas com que estes se confrontam, sublinha a justeza da Proposta Reivindicativa Comum para 2023 apresentada pela Frente Comum, e exige a sua negociação efectiva, no sentido de reverter o actual caminho, garantindo o reforço dos direitos e das legítimas expectativas de melhores condições de vida e laborais dos trabalhadores.

Ler mais...

Alteração das remunerações para 2023

VamosLutar 15e47

As medidas contidas no OE2023 são de uma gritante injustiça e muito insuficientes, não respondendo aos problemas concretos dos trabalhadores a que se soma a obsessão do governo PS por “contas certas” que conduzem ao empobrecimento de trabalhadores, reformados e pensionistas; à precariedade, que afecta sobretudo os jovens; e à degradação das condições de trabalho dos trabalhadores da Administração Pública.

Ver comunicado

Ler mais...

É urgente reforçar os direitos e os serviços públicos

OE23 empobrecimento 36ddb

O STAL rejeita o ataque aos direitos dos trabalhadores e a política de empobrecimento que o governo PS quer impor, e reafirma a necessidade de resposta aos problemas com que estes se confrontam, sublinha a justeza da Proposta Reivindicativa Comum para 2023, apresentada pela Frente Comum, e exige a sua negociação efectiva, no sentido de reverter o actual caminho, garantindo o reforço dos direitos e das legítimas expectativas de melhores condições de vida e laborais dos trabalhadores.

Ler mais...

Frente Comum brinda primeiro ministro com “Janeiras da Luta”

324425402 1172206893664035 5053950307590985812 n 1fad7ALERTANDO PARA OS PROBLEMAS DOS TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Dirigentes, delegados e activistas do STAL marcaram presença, neste final de tarde (quinta, 5), numa iniciativa de protesto promovida pela Frente Comum e que juntou mais de meia centena de dirigentes e activistas sindicais em frente à residência oficial do Primeiro Ministro, em Lisboa.

Esta acção de luta teve como objectivo assinalar a entrada em 2023, ano que – em face ao Orçamento do Estado aprovado e das opções políticas do governo PS – voltará a ser marcado pela redução do poder de compra dos trabalhadores da Administração Pública e pelo agravamento da degradação de Serviços Públicos.

Ver fotos

Ler mais...