STAL assina ACEP com a CM Barcelos

FB IMG 1642531447596 2a130GARANTIDA REPOSIÇÃO DE DIREITOS

O STAL assinou, no dia 17 de Janeiro, com a Câmara Municipal de Barcelos (CMB) um Acordo Colectivo de Empregador Público (ACEP), que vai regular, por um período de dois anos (renováveis), as relações laborais entre o Município e a totalidade dos trabalhadores filiados, ou que se venham a filiar, no Sindicato, que assinala mais esta conquista no que concerne aos direitos dos trabalhadores. 

Ler mais...

STAL vence eleições para SST na AdP

sstA Lista A, apoiada pelo STAL, venceu - nesta quinta-feira (dia 20) - a eleição para representantes dos trabalhadores para a Segurança e Saúde no Trabalho na Águas do Norte, processo eleitoral que contou com a participação de 287 trabalhadores – o que representa uma taxa de participação de 48% –, tendo sido eleitos três elementos da Lista A (Joaquim Dias, Alberto Sousa e Bruno Pinto) e dois da Lista B (José Guimarães e Carlos Queijo).

Este resultado traduz a confiança que os trabalhadores da AdN depositaram na lista apoiada pelo STAL, cujos eleitos se mostrarão, como sempre, atentos e fortemente empenhados na defesa dos interesses de todos os trabalhadores da empresa.

Trabalhadores, dirigentes e activistas sindicais da AdP rejeitam intromissão do Governo no processo negocial em curso

AdP 4fffcMANIFESTAÇÃO JUNTO AO MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

A concentração realizada nesta quinta-feira (dia 20), em Lisboa, reuniu dezenas de trabalhadores, dirigentes e activistas sindicais do Grupo Águas de Portugal (AdP) – aos quais se juntaram a secretária-geral da CGTP-IN (Isabel Camarinha) e trabalhadores da Imprensa Nacional Casa da Moeda –, e foi convocada pelo STAL e pela FIEQUIMETAL para protestar contra a intromissão do Governo no processo negocial em curso na empresa e para reivindicar aumentos salariais.

Ver fotos

Ler mais...

O teu voto é determinante!

VotoDeterminante ce7ad USA-O PARA VALORIZAR O TEU TRABALHO E MELHORAR OS SERVIÇOS PÚBLICOS!

O governo do Partido Socialista apresentou e insistiu numa proposta de Orçamento do Estado que, entre outras opções negativas, deixava os trabalhadores da Administração Pública sem valorização salarial pelo 13º ano consecutivo, com carreiras estagnadas ou inexistentes, mantinha o rumo da precariedade na Administração Pública e insistia na degradação dos Serviços Públicos. Chumbada a proposta, por opção do Presidente da República, seremos chamados a eleger uma nova Assembleia da República, o que levará à formação de um novo governo.

Ver comunicado

Ler mais...

Câmara Municipal da Moita condiciona Plenário de Trabalhadores

Câmara Municipal da Moita condiciona Plenário de Trabalhadores f2405NOVO EXECUTIVO DA C. M. MOITA INÁBIL NO CONVÍVIO COM A DEMOCRACIA

Para além do executivo Câmara ter pedido um plano de contingência para se realizar um plenário de trabalhadores ao ar livre, algo nunca visto nem para tal exigido, o executivo P.S. não satisfeito com o ilegal pedido de contingência, eis que recusa transporte aos trabalhadores para os plenários, impossibilitando desta forma a sua participação na reunião de trabalhadores.

Para a União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN, lamentamos tais práticas que em nada dignificam a democracia, muito menos o poder local democrático, pois o que se está a passar com os trabalhadores do município da Moita é uma clara tentativa de os calar e sonegar o direito constitucional a reunirem no local de trabalho.

Ler mais...

STAL e FIEQUIMETAL rejeitam chantagem do governo e exigem actualização séria de salários e do ACT

Cartaz ADP Janeiro 2022 min e4960 QUINTA-FEIRA, DIA 20, CONCENTRAÇÃO JUNTO AO MINISTÉRIO DAS FINANÇAS, ÀS 16H30

Reunimos, nesta segunda-feira (dia 17), com a administração da Águas de Portugal (AdP), que nos apresentou uma proposta de actualização da tabela salarial em linha com a da Administração Pública, ou seja, de 0,9%, valor manifestamente insuficiente, pois acentua a perda de poder de compra dos trabalhadores, nem valoriza o seu desempenho, dedicação e profissionalismo, que têm sido essenciais neste período de crise sanitária.

O que o Conselho de Administração (CA) da AdP e o governo querem é que os trabalhadores aceitem a actualização salarial de 0,9% como se de uma revisão da Tabela Salarial se tratasse, ficando, assim, os trabalhadores mais um ano sem verdadeiros aumentos salariais, agravando-se a perda do seu poder de compra.

Ver comunicado

Ler mais...

Já saiu o Jornal do STAL n.º 121

Jornal121 b426a A edição n.º 121 do Jornal do STAL, de Janeiro de 2022, tem como principais destaques as eleições Legislativas marcadas para o próximo dia 30 - com o destacável "Votar é decidir e lutar!" -, e nas quais se irão eleger os deputados à Assembleia da República para os próximos quatro anos; assim como a luta dos trabalhadores a decorrer nas empresas do grupo EGF; o abaixo-assinado promovido pela Frente Comum pela redução dos descontos para a ADSE; e assinala o centenário de José Saramago.

Boa leitura!

 

Ver jornal

 
Se não recebe o Jornal do STAL actualize aqui a sua morada.

 

Ler mais...

AvaliacaoDesempenho 01 2f41f