OE23 empobrecimento 36ddb

O STAL rejeita o ataque aos direitos dos trabalhadores e a política de empobrecimento que o governo PS quer impor, e reafirma a necessidade de resposta aos problemas com que estes se confrontam, sublinha a justeza da Proposta Reivindicativa Comum para 2023, apresentada pela Frente Comum, e exige a sua negociação efectiva, no sentido de reverter o actual caminho, garantindo o reforço dos direitos e das legítimas expectativas de melhores condições de vida e laborais dos trabalhadores.

A opção do governo PS (inscrita no Orçamento do Estado para 2023) insiste no empobrecimento e na desvalorização dos trabalhadores, bem como no desinvestimento dos Serviços Públicos, ignorando os interesses das populações e do País.

Perante a ausência de respostas aos problemas vividos pelos trabalhadores e o agravamento da crise económica e social, não nos resta outro caminho que não seja o da intensificação da acção reivindicativa nos locais de trabalho e da luta pela melhoria das condições de vida e laborais, designadamente:

– Aumento salarial de 10%, num mínimo de 100€ na TRU, para todos os trabalhadores; aumento do salário mínimo na Administração Pública para 850€; e actualização do subsídio de refeição para 9€;

– Correcção justa e real da Tabela Salarial - TRU;

- Revogação do SIADAP, e a sua substituição por um sistema de avaliação sem quotas, formativo, equitativo e justo;

– Aplicação efectiva do SPI, e a inclusão do risco, abrangendo todos os trabalhadores que desempenham actividades penosas, insalubres e de risco;

– Descongelamento das promoções e das progressões nas posições remuneratória, abrangendo todas as carreiras e categorias;

– Reposição das carreiras, índices remuneratórios e dos conteúdos profissionais específicos;

– Actualização do valor de todos os suplementos remuneratórios;

– Reposição do pagamento das horas extraordinárias, do trabalho normal em dias feriado e de todos os suplementos que foram alvo de cortes no período da troika, com acréscimo de 50 % na 1.ª hora e de 75 % nas seguintes, nos dias úteis; e de 100 % nos dias de descanso, salvo regimes mais favoráveis; e reposição do descanso compensatório;

– Na ADSE, reposição do valor das contribuições, para 1,5% sobre o período de 12 meses;

– Reposição dos escalões de IRS; maior justiça fiscal e protecção dos rendimentos do trabalho;

– Reposição integral do direito à indemnização devida por motivo de acidente de trabalho e/ou doença profissional;

– Valorização das carreiras profissionais específicas;

– Reforço dos Serviços Públicos e das Funções Sociais do Estado.

 

Reforçar os serviços públicos

A política de direita prosseguida pelo PSD/CDS e PS – agora também com a conivência da Iniciativa Liberal e do Chega – impôs o desinvestimento dos Serviços Públicos, na precarização dos vínculos e no encerramento de serviços, com óbvios prejuízos para os trabalhadores e as populações.

E as políticas deste governo são manifestamente insuficiente para resolver os problemas dos trabalhadores da Administração Pública e para impedir a contínua degradação dos Serviços Públicos.

Veja-se as medidas apresentadas para “responder a esta situação excepcional”: pontuais e caracterizadas pela insuficiência e pelo carácter assistencialista. Não apenas não resolvem as questões de fundo, como agravam o futuro de milhões de trabalhadores e pensionistas de forma permanente.

O STAL e a Frente Comum – na PRC2023 – apresenta soluções que valorizam os trabalhadores. E exigem a negociação das suas propostas em contraponto às opções do Governo.

Pin It
Intervenção do STAL obriga a efectivar...
Ter., Jun. 11, 2024
Greve | Elevada adesão encerra vários...
Sex., Jun. 07, 2024
AdN | Trabalhadores rejeitam decisão da ACT
Sex., Jun. 07, 2024
STAL exige urgente valorização dos...
Qui., Jun. 06, 2024
Trabalhadores da Resinorte em luta por...
Qui., Jun. 06, 2024
STAL em luta pela valorização das...
Seg., maio 27, 2024
7 de Junho | Trabalhadores da Resinorte em...
Seg., maio 27, 2024
Grandiosa jornada de luta dos trabalhadores...
Qui., maio 23, 2024
«Jornada Nacional De Luta» Reúne milhares...
Sex., maio 17, 2024
Trabalhadores da TRATOLIXO em greve no dia...
Qui., maio 16, 2024
O governo PS “sacou” 100 milhões de euros....
Sex., maio 10, 2024
Paz | Manifestação em Lisboa | 11 de Maio |...
Seg., maio 06, 2024
1.º Maio | Por todo o país, muitos milhares...
Qui., maio 02, 2024
Município do Crato mantém cobertura de...
Ter., Abr. 30, 2024
17 Maio | Jornada Nacional dos...
Ter., Abr. 30, 2024
A luta continua no 1.º de Maio
Seg., Abr. 29, 2024