STAL denuncia tentativa de censura à liberdade sindical

Faixa PMLoures 0f0caATITUDE CONDENÁVEL DO COMANDANTE DA POLÍCIA MUNICIPAL DE LOURES

O STAL repudia o comportamento reiterado, persecutório e censório do actual comandante da Polícia Municipal de Loures face às actividades legais e legítimas deste Sindicato na defesa dos direitos dos seus associados e dos trabalhadores de uma forma geral, nomeadamente, os da Administração Local.

Ler mais...

Mais força a Abril | Avançar na luta em Maio

230331 Cartaz25Abril 1Maio min 1190f PARTICIPA NAS INICIATIVAS

Quando comemoramos o 47.º aniversário do 25 de Abril lembramos os ideais de democracia, de justiça social, de desenvolvimento e de solidariedade da Revolução, afirmando o combate contra a exploração, a precaridade laboral e as desigualdades sociais.

Passados 131 anos sobre a primeira comemoração da luta vitoriosa dos operários de Chicago pela redução do horário de trabalho, assinalar o 1.º de Maio em luta – e na rua – é um imperativo para travar a continuada estratégia de ataque aos direitos dos trabalhadores.

Ver comunicado

Ver cartaz

Ler mais...

Frente Comum marca Acção Nacional de Luta para 20 de Maio

fc lUTA min 85bccA Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública anunciou uma Acção Nacional de Luta para dia 20 de Maio, que envolverá todos os seus sindicatos, se até lá não obtiver respostas do governo relativamente à Proposta Reivindicativa Comum para 2021, nomeadamente, quanto aos aumentos salariais para a Função Pública, a valorização das carreiras e a revogação do SIADAP.

A Coordenadora da Frente Comum “decidiu que é preciso dar um passo em frente na luta e demonstrar ao governo que o caminho vai ter que ser outro para os trabalhadores da Administração Pública", exigindo o agendamento de negociação e o início de processos negociais para a resolução dos problemas identificados.

Ler mais...

CGS da ADSE dividido nos aumentos dos co-pagamentos dos beneficiários

adse a157bFRENTE COMUM E MURPI REJEITAM AUMENTOS DAS TRC

O Conselho Geral e de Supervisão discutiu na passada quinta-feira, dia 1,o parecer sobre a proposta de Revisão das Tabelas do Regime Convencionado, documento que foi aprovado com os votos contra dos representantes
dos sindicatos da Frente Comum e do MURPI - Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos.

Ler mais...

Parlamento nega o direito de indemnização aos trabalhadores vítimas de acidentes em serviço e doenças profissionais

IMG 6272 68e53POR INICIATIVA DO PARTIDO SOCIALISTA

Após sete anos da vergonhosa alteração imposta pelo governo PSD/CDS-PP, que proibiu a acumulação de indemnizações – resultante de acidente ou doença profissional – com a remuneração, a Assembleia da República aprovou um diploma que consuma o roubo do direito à justa reparação de milhares de trabalhadores da Administração Pública.

O STAL condena o diploma recentemente aprovado pelo Parlamento – Decreto da Assembleia da República n.º 123/XIV – que determina que não são acumuláveis com a remuneração as indemnizações fixadas pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) relativas a incapacidades permanentes parciais, inferiores a 30%, decorrentes de acidentes em serviço e doenças profissionais.

Ler mais...

É tempo de agir no grupo ADP

210326 COM6 TempoAgir Grupo AdP1 a7e20 A LUTA É COMO A ÁGUA: TANTO BATE ATÉ QUE FURA!

A falta de respostas da administração às reivindicações dos trabalhadores é inaceitável! Os problemas laborais mantêm-se sem resolução há vários anos, menosprezando-se o empenho e a dedicação dos trabalhadores,
que se mantiveram na primeira linha da prestação de um serviço público essencial à população neste difícil contexto sanitário. Os trabalhadores estão fartos e descontentes com a actual situação.

É tempo de os trabalhadores receberem o que lhes é devido!

Passados quase dois anos e meio desde a publicação do Acordo Colectivo de Trabalho (ACT) do Grupo AdP, e três anos após a histórica greve de 24 de Abril de 2018, as questões laborais estão em modo “hibernação”, se não mesmo paradas, por responsabilidade das sucessivas administrações do Grupo, que têm desculpas “esfarrapadas”: primeiro, a administração da AdP não estava completa; depois, a pandemia, que continua a servir de desculpa para tudo, e por aí adiante, menosprezando o empenho e a dedicação dos trabalhadores.

Ver comunicado

Ler mais...

STAL promove tribuna pública em defesa da água de todos

20210322125222 IMG 9483 min 5be2dDIA MUNDIAL DA ÁGUA ASSINALADO EM PAREDES

STAL promoveu esta segunda-feira, em que se celebra o Dia Mundial da Água, uma tribuna pública em Paredes em defesa da valorização da água e da sua gestão pública, sustentável e participada, iniciativa que contou com a participação da Associação Água Pública, da União de Sindicatos do Porto e do eleito da CDU na Assembleia Municipal de Paredes, Cristiano Ribeiro.

Ver declaração

Ver fotos

Ler mais...

STAL exige às autarquias aplicação imediata do suplemento

210308 COM2 SuplementoAutarquiaTemAplicar1 min bb847 O Orçamento do Estado para este ano consagra a atribuição do suplemento de penosidade e insalubridade nas autarquias, fruto da longa e persistente luta desenvolvida pelo STAL e pelos trabalhadores.

Ver comunicado

Vale a pena lutar!

Resultado de mais de duas décadas de luta do STAL e dos trabalhadores da Administração Local, o Orçamento do Estado para 2021 prevê, finalmente, a aplicação de um Suplemento de Penosidade e Insalubridade (SPI), uma importante conquista, mas que fica aquém do que reivindicamos porque deixa de fora muitos trabalhadores e está longe de corresponder às reivindicações do Sindicato e às legítimas expectativas dos trabalhadores. Esta conquista dá mais força à luta que tem de continuar!

Ler mais...

STAL promove tribuna pública em defesa da água de todos!

tribuna agua panfletoV2 01 01 01 96904DIA MUNDIAL DA ÁGUA ASSINALADO EM PAREDES

O Dia Mundial da Água celebra-se nesta segunda-feira, 22 de Março,
e é assinalado pelo STAL com uma iniciativa em Paredes, que conta com a participação da Associação Água Pública, em defesa da valorização
da água e da sua gestão pública, sustentável e participada. O Sindicato reafirma que é preciso assegurar o direito a este recurso essencial
e saneamento para todos, bem como valorizar o serviço público,
os trabalhadores do sector e reforçar o investimento público
para combater a crise e cuidar do futuro.

O Parque José Guilherme, em Paredes, acolhe esta segunda-feira, 22 de Março, às 11.00h, uma tribuna pública promovida pelo STAL para assinalar o Dia Mundial da Água, que este ano tem como tema «valorizar a água» (https://www.worldwaterday.org/), recurso finito e insubstituível com um enorme e complexo valor para o uso doméstico, alimentar, cultural, saúde, educação, economia e para a integridade do ambiente natural.

Ler mais...

Frente Comum protesta à porta do primeiro-ministro

162335719 1435609989942968 8356671375845885134 o 49ea0A Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública realizou hoje, 17 de Março, uma concentração junto à residência oficial do primeiro-ministro, que contou com a presença da secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha, tendo as cerca de duas centenas de dirigentes, delegados e activistas sindicais aprovado, por unanimidade, uma resolução que condena o governo por violar o direito à negociação e persistir na recusa em discutir a Proposta Reivindicativa Comum para 2021.
 
Do documento – entregue ao primeiro-ministro por uma delegação da Frente Comum – consta ainda um conjunto de exigências a que urge dar resposta, nomeadamente, o aumento imediato de 90 euros para todos os trabalhadores e um salário mínimo de 850 euros no curto prazo, bem como a correcção da Tabela Remuneratória Única e a revogação do SIADAP.
 
 
 

11 de Março - um ano decorrido desde a pandemia

epsu a6753Em 11 de Março de 2020, a Organização Mundial da Saúde declarou a propagação do vírus Sars-COV-2 e a COVID-19 como uma pandemia. Há um ano e em alguns países mais, os trabalhadores da saúde e de prestação de cuidados estão sob enorme pressão e todos os funcionários do serviço público estão na linha da frente da pandemia. O impacto dos bloqueios parciais ou totais em nossas economias e sociedades tem sido enorme e, em particular, para as mulheres, jovens e jovens trabalhadores e os mais vulneráveis. A vacinação está agora implementada, mas de uma forma que sublinha as desigualdades do nosso mundo. É necessário que as vacinas estejam disponíveis para todos. E que os sindicatos se envolvam nos planos de recuperação que contribuem para a concretização de um futuro mais socialmente justo e ambientalmente sustentável.

Para relembrar a data e assinalar o papel dos trabalhadores dos serviços públicos, a Presidente da FSESP/EPSU, Mette Nord, e o Secretário Geral, Jan Willem, assinam um artigo de opinião que divulgamos e se encontra disponível aqui 11 March – One year since the pandemic | EPSU

Ler mais...

Todos os deveres, nenhuns direitos!

reguengos c426dMÃO-DE-OBRA BARATA NA CM REGUENGOS DE MONSARAZ

Inserida na Semana da Igualdade promovida pela CGTP-IN, o STAL realizou esta terça-feira, em Reguengos de Monsaraz, uma sessão pública de denúncia do trabalho precário existente na Câmara Municipal – que contou com a participação da Secretária-Geral da CGTP-IN, Isabel.

A administração municipal promove a precaridade laboral ao recorrer a contratos/bolsas de Ocupação de Tempos Livres, subterfúgio através do qual paga abaixo do Salário Mínimo Nacional a estes trabalhadores, ou seja, 438,81€ em vez de 665,00€; sendo que o Sindicato tomou conhecimento de que, em 2020, a autarquia celebrou, pelo menos, 18 contratos nestes termos.

Estes trabalhadores desempenham as mesmas funções que os outros, mas não têm os mesmos direitos, nomeadamente os subsídios de Natal e de férias, férias, descontos para a Segurança Social ou indemnização por fim de contrato. Ou seja, têm TODOS OS DEVERES, NENHUNS DIREITOS!

Ler mais...

Igualdade: Uma luta de todos os dias

postal 8marco web fcea2

DIA INTERNACIONAL DA MULHER TRABALHADORA

O STAL saúda as suas associadas e todas as mulheres que laboram no universo dos serviços da Administração Local e Regional, Empresas ou Concessionárias nesta data histórica, consagrada há 111 anos e que se comemora a 8 de Março, em todo o Mundo.

A igualdade entre mulheres e homens, como justamente assinala a CGTP-IN – e a cuja Semana da Igualdade o STAL se associa –, é um dos objectivos centrais e prioritários de acção do movimento sindical unitário, que promove a participação e representação das trabalhadoras, dinamiza a sua intervenção, organização, reivindicações e lutas contra as desigualdades e discriminações, contribuindo assim também para dignificar as condições laborais de todos os trabalhadores.

Ler mais...

Governo propõe reduzir salários a trabalhadores da Protecção Civil

anpc 530f3EXPECTATIVAS GORADAS DE PROGRESSÃO PROFISSIONAL

O STAL rejeita, veementemente, a proposta apresentada pelo Governo para os trabalhadores da Escola Nacional de Bombeiros a prestar serviço na Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil.

Após mais de 16 meses de insistência por parte do STAL, para que fosse encontrada uma solução negocial para resolver os problemas destes trabalhadores, o Governo, através da Secretaria de Estado da Administração Interna, apresentou – na reunião realizada no dia 3 de Março – uma solução que não responde às legítimas aspirações e expectativas criadas a estes trabalhadores, nomeadamente a criação de uma carreira própria e específica, à imagem do que já existe noutras organizações com funções idênticas, sem perda de remuneração e desvalorização profissional, tal como sempre defendemos.

Ler mais...

AMBILITAL - Os direitos dos trabalhadores não estão confinados

residuos 2 02e59O STAL e os trabalhadores da AMBILITAL exigem resposta do Conselho de Administração ao caderno reivindicativo apresentado em Janeiro, mas a administração da empresa – ao contrário dos trabalhadores, que diariamente continuam a dar a resposta às populações com a sua força de trabalho – socorre-se do confinamento para adiar a reunião solicitada para “logo que a crise sanitária o permita”, comportamento inadmissível e, inclusivamente, ilegal, e assim ignorar os problemas dos trabalhadores, conforme denuncia a Direcção Regional de Setúbal do STAL.

Ver comunicado