Recolha do lixo e higiene urbana paralisadas ao início da noite

GREVE NACIONAL ARRANCA EM FORÇA NAS AUTARQUIAS

A Greve Nacional da Administração Pública regista, ao início desta noite, uma forte adesão na Administração Local, particularmente nos sectores da recolha do lixo e higiene urbana, e o STAL espera, ao longo deste Dia de Luta, uma elevada adesão na generalidade dos serviços das autarquias, escolas e empresas municipais.

Nos primeiros serviços de recolha nocturna a entrar em funcionamento – Almada, Amadora, Évora, Loures, Odivelas, Palmela, Moita e Seixal – registou-se uma adesão de 100%, não tendo sido efectuada a recolha de lixo e serviços de higiene urbana nocturna nestes concelhos. Lisboa, Sintra e Funchal, por seu lado, registaram uma adesão muito significativa, tendo a recolha sido fortemente afectada.

Ver fotos

Os dados conhecidos até ao momento na Administração Local e Regional revelam uma forte adesão à paralisação convocada pela Frente Comum, e são um sinal claro de que os trabalhadores das autarquias estão de acordo com as razões desta greve e de que estão disponíveis para continuar a luta pelo aumento geral dos salários – com um mínimo de 90 € para todos – e do Salário Mínimo Nacional – para 850 €; pela revogação do sistema de “avaliação” da Administração Pública (SIADAP); pela criação e regulamentação do Suplemento de Insalubridade, Penosidade e Risco (SIPR); pela correcção da Tabela Remuneratória Única; pela recuperação das carreiras; e pela melhoria dos serviços públicos e das funções sociais do Estado.

Tendo em conta o actual quadro político, a acção de luta desta sexta-feira ganha ainda maior importância ao reafirmar que os trabalhadores não se demitem de lutar, exigindo resposta à Proposta Reivindicativa Comum para 2022, apresentada pela Frente Comum ao Governo, e que estão unidos e determinados em prosseguir a Luta pela valorização do seu trabalho, por mais direitos, melhores salários que dignifiquem o trabalho e a vida de quem trabalha. Luta que continua já no próximo dia 20, na Manifestação Nacional convocada pela CGTP-IN.