Greve Nacional dos trabalhadores do Grupo Águas de Portugal

GreveAdP min 4e752 11 DE JUNHO 2021

Os trabalhadores do Grupo AdP, estão em greve, dia 11 de Junho, por aumentos salariais, valorização das carreiras, 35 horas para todos, uniformização de direitos e a atribuição do subsídio de insalubridade, penosidade e risco.

 

 

 

 Ver pré-aviso de greve

Ver cartaz

Os trabalhadores, dirigentes e activistas sindicais das empresas do grupo AdP exigem a concretização das medidas necessárias à valorização dos trabalhadores:

  • O aumento dos salários em 90€ por trabalhador, ficando-se em 850€, no curto prazo, como o salário mínimo de entrada nas empresas e a negociação das matérias pecuniárias e outras com base nas propostas das organizações sindicais;
  • A construção de um novo regime de carreiras, categorias profissionais e funções que valorize e reconheça o saber, a experiência e o empenho dos trabalhadores;
  • A redução progressiva do horário de trabalho para as 35 horas semanais;
    A atribuição de um subsídio de risco extraordinário, no quadro do surto epidémico do novo coronavírus e a regulação do suplemento de insalubridade, penosidade e risco;
  • A estabilidade do emprego, assegurando que a um posto de trabalho permanente corresponde a um vínculo efectivo, pondo fim ao trabalho precário;
  • Defesa da gestão pública e combate ao outsourcing;
  • A contratação de mais trabalhadores, hoje em número insuficiente, indispensáveis para assegurar um serviço público de qualidade;
  • Aplicação do AE da EPAL a todos os trabalhadores da empresa;
  • A melhoria e o pleno respeito pelas normas de segurança e saúde no trabalho.

Está nas mãos da administração da AdP responder de forma positiva às reivindicações dos trabalhadores sem mais delongas e desculpas.