A ADSE precisa de ser defendida!

220705 Com8 FC ADSE 73fcd OS DIREITOS DOS BENEFICIÁRIOS TÊM DE SER ACAUTELADOS

A eleição do novo Conselho Geral e de Supervisão realiza-se num quadro em que é necessário garantir que os beneficiários têm uma voz firme dentro da ADSE, que não compactue com quem a quer destruir, assegurando os princípios de justiça e solidariedade.

Ver comunicado

Vários governos têm tentado desvirtuar a ADSE, defendendo a sua transformação numa Mútua ou numa instituição com funcionamento idêntico a uma seguradora, caminho que os beneficiários têm rejeitado e conseguido impedir.

Não está definitivamente afastada a intenção do governo de converter a ADSE “noutra coisa”. Para já, procura retirar direitos, manter a acumulação de saldos, encaminhando-se para a criação de um “fundo de reserva” e, inadmissivelmente, tem contribuído para o protelamento da regularizações das dívidas dos grandes grupos privados da saúde.

A Frente Comum voltará a apresentar uma lista ao Conselho Geral e de Supervisão, com o objectivo de continuar, dentro da ADSE, o trabalho de defesa dos direitos dos beneficiários e, fora dela, de denúncia dos ataques que lhe são feitos.