STAL saúda CGTP-IN pelo 45º Aniversário

ORGANIZAÇÃO, UNIDADE E LUTA – A FORÇA DOS TRABALHADORES

Saudamos a CGTP-IN que celebra hoje, 1 de Outubro, o seu 45º aniversário. Organização de classe, unitária, democrática, independente, solidária e de massas, fundamental à defesa dos direitos dos trabalhadores.

A 1 de Outubro de 1970 é fundada a Intersindical Nacional, a luta dos trabalhadores e trabalhadoras conheceu um novo impulso para a derrota do fascismo e a conquista da liberdade, contribuindo significativamente para a continuação e intensificação da luta do povo português que conduziu à Revolução de 25 de Abril de 1974, à instauração do Regime Democrático e à conquista de amplos direitos individuais e colectivos que vieram a ser alcançados. O direito à contratação colectiva e ao Salário Mínimo Nacional, às férias pagas e ao Subsídio de Natal, à liberdade de organização sindical, à protecção social, ao ensino público e gratuito e ao acesso aos cuidados de saúde e melhoria significativa da qualidade e das condições de vida são, entre outras, algumas das conquistas que têm a marca indelével do movimento sindical de classe protagonizado pela CGTP-IN, numa acção que moldou o Portugal democrático e consagrou o direito ao trabalho com direitos como pilar fundamental da liberdade nascida com a Revolução.

A 13 de Junho de 1994 materializa-se a filiação do STAL nesta grande organização. A importância deste facto é sublinhada no VIII Congresso da CGTP-IN (31 de Maio e 1 de Junho de 1996), referindo que «esta filiação, consi¬derando a dimensão, a vitalidade, representatividade e a implantação territorial geral do STAL, constituiu o maior reforço orgânico da CGTP-IN pela via da filiação, realizado depois do Congresso de todos os sindicatos em 1977». O STAL e a CGTP-IN, mesmo antes da adesão formal do STAL, sempre estiveram unidos na acção e na luta, na conquista e na resistência.

Sendo que o 45.º aniversário da CGTP-IN ocorre num momento marcado pelo mais violento ataque aos direitos laborais, sociais e sindicais dos trabalhadores desde o 25 de Abril, pela destruição e desbaratamento da riqueza nacional, pela subjugação do País a poderes supranacionais e aos grandes interesses económicos nacionais, à alienação do futuro do País, à desconfigurarão do Poder Local Democrático, ao desenvolvimento das funções sociais do estado, à entrega de milhares de milhões de euros para esconder fraudes da alta finança, do bloqueio à contratação colectiva e da promoção da precariedade, dos baixos salários e pensões de miséria, do desemprego, da pobreza e da exclusão social.

Apesar desta ofensiva anti-laboral e anti-social, a luta dos trabalhadores nos locais de trabalho, organizados em torno das estruturas sindicais filiadas na CGTP-IN, constitui o exemplo mais marcante de que é possível resistir e contrapor medidas alternativas às políticas de direita que têm devastado o País e que é urgente romper com esta política e inverter o rumo político para um Portugal de Abril, de progresso social, um País com futuro.

No momento em que a CGTP-IN comemora 45 anos de vida e luta, o STAL saúda fraternalmente a maior organização social do País e exorta todos os trabalhadores, construtores e protagonistas deste projecto sindical a participarem activamente na vida do seu sindicato e em defesa de um Portugal com futuro, numa luta que é também necessário traduzir em voto para derrotar este governo e todos aqueles que têm contribuído para a manutenção das políticas de direita que infernizam a vida de todos os trabalhadores, alterando a correlação de forças na Assembleia da República, de forma a assegurar uma alternativa política, de esquerda e soberana, comprometida com os valores de Abril.

Ver Tarjeta