Greve nos dias 28 e 29 de Dezembro

201221 COM GreveEGF med 52892 TRABALHADORES DO GRUPO EGF INTENSIFICAM A LUTA

Os trabalhadores de quatro empresas do sector de resíduos do Grupo EGF – ERSUC, Resiestrela, Resinorte e Valorlis – decidiram, na concentração da última sexta-feira (dia 18), realizar uma greve de 48 horas, exigindo salários justos, carreiras dignas, suplemento de risco e um ACT que valorize profissional e socialmente os trabalhadores.

Os cerca de 1000 trabalhadores ao serviço da ERSUC, Resiestrela, Resinorte, e Valorlis prestam serviço a 91 de municípios dos distritos de Aveiro, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Vila Real e Viseu, e servem uma população de mais de dois milhões e 300 mil habitantes.

Ler mais...

A vida e o futuro dos trabalhadores não são recicláveis!

EGF b60e1 LUTA NA EGF POR SALÁRIOS JUSTOS, NEGOCIAÇÃO DO ACT, CARREIRAS DIGNAS E SUPLEMENTO DE RISCO

Centenas de trabalhadores das empresas do sector de resíduos do Grupo EGF - nomeadamente ERSUC, Resiestrela, Resinorte, Amarsul, Algar, Resulima, Suldouro, Valnor, Valorlis, Valorminho e Valorsul concentraram-se esta sexta-feira (18 de Dezembro de 2020) na sede da EGF, em Linda-a-Velha, onde entregaram um abaixo-assinado com centenas de assinaturas.

Convocada pelo STAL e pela FIEQUIMETAL, a acção visou exigir salários justos, carreiras dignas, o suplemento de risco e por um Acordo Colectivo de Trabalho (ACT) que valorize profissional e socialmente os trabalhadores.

Ler mais...

Concentração nacional dos trabalhadores de empresas do sector dos resíduos

201211 proposta EGF cartaz plenário 85e7d MAIS SALÁRIO, CARREIRAS DIGNAS E NEGOCIAÇÃO DO ACT

Os trabalhadores das empresas do sector de resíduos do Grupo EGF - nomeadamente Algar, Amarsul, ERSUC, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valnor, Valorlis, Valorminho e Valorsul - concentram-se na próxima sexta-feira (dia 18 de Dezembro), pelas 10h30 horas, na sede da EGF, em Linda-a-Velha, concelho de Oeiras, onde será entregue um abaixo-assinado com centenas de assinaturas.

Ler mais...

Trabalhadores da Águas de Portugal exigem revisão do ACT

Trabalhadores, dirigentes e activistas sindicais das empresas do Grupo AdP. Concentração junto ao Ministério das Finanças,CONCENTRAÇÃO - MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

O STAL e a Fiequimetal promoveram hoje uma concentração junto ao Ministério das Finanças, em Lisboa, para exigir a revisão do Acordo Colectivo de Trabalho, o aumento dos salários, carreiras dignas e o suplemento extraordinário de risco durante a pandemia, ação que contou com a presença da secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha
 

Ver resolução

VER FOTOS

Ler mais...

STAL exige mudança de rumo do País e reforço dos direitos dos trabalhadores

IMG 8313 web 042d4 PROSSEGUIR E INTENSIFICAR A LUTA POR UMA VIDA MELHOR!

A Direção Nacional do STAL, reunida esta quinta-feira (3 de dezembro de 2020), na Casa do Alentejo, em Lisboa, reitera a determinação em prosseguir e intensificar a luta dos trabalhadores da Administração Local por uma vida melhor.

A resolução aprovada por unanimidade realça que a intervenção sindical na defesa dos direitos e interesses dos trabalhadores torna-se ainda mais necessária neste quadro de grave crise económica e social que se acentua a cada dia, agudizada pela situação pandémica que assola o Mundo e o País.

Ver resolução

Ler mais...

STAL assina acordos de empresa na Agere e na Braval

Foto: Câmara de Braga QUEM LUTA SEMPRE ALCANÇA!

O STAL e os trabalhadores da Administração Local obtiveram uma grande vitória com a assinatura do Acordo de Empresa (AE) celebrado com as empresas municipais Agere e Braval (em Braga), conseguida após muitas horas de negociação, que levaram a uma melhoria significativa dos direitos em relação à redação inicial proposta pela Administração, e com o acordo generalizado dos trabalhadores.

Os AE foram assinados na sexta-feira, 27 de Novembro, e como sempre afirmámos - embora o processo negocial tenha demorado mais tempo do que certamente todos queríamos -, o STAL só assina acordos que permitam aos trabalhadores reforçar e conquistar direitos.

Ler mais...

Continuar a luta pela regulamentação e aplicação efectiva e abrangente

SIPR a4de4SUPLEMENTO DE PENOSIDADE E INSALUBRIDADE PREVISTO NO OE/2021

O Orçamento do Estado para 2021 consagra a atribuição do suplemento de penosidade e insalubridade nas autarquias já partir do próximo ano. Resultado da luta persistente desenvolvida pelo STAL e os trabalhadores ao longo de mais de três décadas, a concretização deste direito continua a carecer de uma regulamentação efectiva que abranja todas as funções desempenhadas em condições penosas, insalubres e com risco.

O suplemento de penosidade, insalubridade e risco, previsto na lei pelo menos desde 1989 e nunca regulamentado, vai poder começar a ser pago já no próximo ano, o que representa uma inequívoca vitória do STAL e dos trabalhadores que lutam há 31 anos pela concretização deste direito.

Ler mais...

Trabalhadores da Administração Local exigem respostas

Em véspera da votação final e global do Orçamento do Estado para 2021, agendada para esta quinta-feira (dia 26), o STAL reitera aquelas que são as principais reivindicações dos trabalhadores da Administração Local e em defesa das quais tem desenvolvido uma luta intensa: o aumento dos salários - com um aumento de 90 euros para todos os trabalhadores; a valorização das carreiras; a regulamentação do suplemento de insalubridade, penosidade e risco; indemnização por acidentes de trabalho; correção da Tabela Remuneratória Única; e a reposição de direitos e revogação do SIADAP.

O Sindicato considera urgente que o Governo encontre respostas para os problemas dos trabalhadores das Autarquias e dos Serviços Públicos, porque estes são os eixos fundamentais do desenvolvimento de um País democrático e justo. E porque à boleia do vírus os trabalhadores não podem ficar ainda mais pobres.

 

Discutir condições de trabalho

CM Fronteira 2 75c52 STAL- PORTALEGRE PROMOVE PLENÁRIOS

A Direcção Regional de Portalegre, promoveu no dia 18, plenários nos locais de trabalho para debater as condições de trabalho, na Junta de Freguesia de Galveias e na Câmara Municipal de Fronteira.

CM Fronteira 09010JFGalveias 1 faf74JFGalveias 2 e80e5

STAL exige salvaguarda dos direitos e postos de trabalho

WhatsApp Image 2020 11 16 at 17.38.14 9c5e3DISSOLUÇÃO DA EMPRESA MUNICIPAL FRENTE-MAR

Trabalhadores da Empresa Municipal Frente-Mar estiveram concentrados à porta da Câmara Municipal do Funchal, na altura em que decorria a sessão Extraordinária da Assembleia Municipal do Funchal.

O STAL e os trabalhadores apelam aos eleitos na Assembleia Municipal do Funchal para que aprovem uma proposta de dissolução da empresa municipal Frente-Mar que salvaguarde os direitos laborais e a totalidade dos 115 postos de trabalho envolvidos.

Ler mais...

Orçamento do Estado defrauda expectativas dos trabalhadores

Administração Pública exige aumento dos salários frente ao Parlamento

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EXIGE AUMENTO DOS SALÁRIOS FRENTE AO PARLAMENTO

Os trabalhadores convocados pelos sindicatos da Frente Comum, no âmbito da acção de luta hoje realizada, aprovaram uma resolução na qual acusam o governo de não dar resposta às reivindicações do sector.

A resolução foi lida e aprovada frente à Assembleia da República, no final da manifestação que partiu do Marquês de Pombal, em protesto contra a «total ausência de resposta à Proposta Reivindicativa Comum 2021», apresentada pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública.

Ver resolução

Ver fotos

Ler mais...

Manifestação de trabalhadores da Câmara Municipal de Almada, SMAS, WEMOB e Juntas de Freguesia

MANIFESTAÇÃO DE TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA, SMAS, WEMOB E JUNTAS DE FREGUESIA

DIREITOS À RUA!

Os trabalhadores da Câmara Municipal de Almada, SMAS e WEMOB foram mais uma vez "DIREITOS À RUA". Saíram da Praça da Portela, dia 6, às 9h30 e deslocaram-se até ao Chalé no Jardim da Cova da Piedade.

Para a iniciativa foi emitido pré-aviso de greve para impedir qualquer tentativa de bloqueio por parte da Câmara Municipal de Almada.

Ver fotos

Ler mais...

9.ª Conferência Nacional da Interjovem

conferencia interjovem 2020 15e0a DIA 5 NOVEMBRO, VOZ DO OPERÁRIO, EM LISBOA

A Conferência da Interjovem é o momento mais alto de discussão dos problemas dos jovens trabalhadores, de definição das orientações gerais para a actividade sindical da Interjovem e eleição da direcção nacional, na qual o STAL participa e mobiliza.

STAL realizou ciclo de plenários sob o lema Salários, Estabilidade, Direitos - Sindicalizar, Organizar e Lutar

No âmbito da preparação e mobilização para a 9.ª Conferência da InterJovem o STALJovem realizou um ciclo de plenários inter-regionais em que participaram trabalhadores dos vários pontos do País. A participação activa e interveniente dos jovens trabalhadores nos plenários, dão animo à luta e à participação na conferência nacional da Interjovem.

Concluído, no Porto, dia 15 de Outubro, o ciclo de Plenários Inter-regionais com a Juventude trabalhadora, realizados também nas regiões de Beja, Setúbal, Lisboa, o STAL faz um balanço muito positivo, ao nível da participação e aprofundamento da discussão dos problemas específicos da juventude e seus objectivos de luta.

Ver resolução

Ver fotos

Ler mais...

Frente Comum em luta

201030 Cartaz FCLuta 13Nov web2 76e98 13 DE NOVEMBRO - LISBOA

A Proposta de Orçamento do Estado para 2021 releva que, mais uma vez, o governo opta por não dar resposta às reivindicações dos trabalhadores da Administração Pública, mantendo uma política de baixos salários, de não valorização das carreiras e de falta de investimento nos Serviços Públicos!

Ao mesmo tempo que propõe o congelamento dos salários e das pensões dos trabalhadores da Administração Pública, continua a transferir muitos milhões para a Banca e para as PPP´s;

Enquanto afirma que quer valorizar serviços públicos como o Serviço Nacional de Saúde e a Escola Pública, não assegura a necessária transferência de verbas para estes sectores, deixando-os à míngua;

Com estas opções o governo PS continua a agravar as condições de vida e de trabalho dos trabalhadores da Administração Pública e em nada contribui para o necessário reforço da economia!

Ver cartaz

Ver comunicado

Ler mais...