Jovens em luta por uma vida digna e estabilidade laboral

jornal P5 2 8e57d“SEMANA DA JUVENTUDE” MOBILIZA MILHARES DE TRABALHADORES

O STAL associou-se às manifestações promovidas pela InterJovem/CGTP-IN em Lisboa e no Porto, que se constituíram como jornadas de afirmação dos direitos e das reivindicações dos jovens trabalhadores, nomeadamente a uma vida digna e à estabilidade laboral.

Sob o lema “Produzimos riqueza, Queremos o que é nosso, Exigimos soluções”, a Interjovem realizou, no dia 31 de Março, duas manifestações de jovens trabalhadores, em Lisboa e no Porto, em simultâneo, jornadas de luta que se inseriram nas comemorações do Dia Nacional da Juventude.

Os jovens trabalhadores portugueses, num momento em que se acentua uma política que permite a sua exploração sem que exista um esforço efectivo para a impedir, levaram para as ruas das duas cidades a sua vontade determinada de inverter esta situação.

O STAL, juntamente com os sindicatos da CGTP-IN, marcou presença nestas duas iniciativas, que contaram com a participação de milhares de trabalhadores, sobretudo dos mais jovens, que exigiram a aplicação de medidas que valorizem o trabalho e o fim da política de baixos salários, os horários desregulados e a eliminação da precariedade laboral.

Para o STAL, propostas como o aumento salarial em 90 € para todos os trabalhadores; o aumento do Salário Mínimo Nacional para 850 €, a curto prazo; a correcção urgente da Tabela Remuneratória Única; a revogação do SIADAP; o aumento do subsídio de alimentação; a eliminação de todas as formas de precariedade e a reposição das carreiras e dos seus conteúdos profissionais são essenciais.

O Sindicato defende, ainda, a valorização do trabalho que permita aos jovens trabalhadores ter uma vida digna, sendo remunerados de forma justa, para que possam encarar o futuro com maior estabilidade e qualidade de vida.

In Jornal do STAL n.º 122